Cultura

Tradição Serrana é pioneira em intercambio cultural

foto-carnavalNeste ano de 2016, a escola de samba Tradição Serrana, mostrou que tem samba no pé, e o diferencial foi a presença do rei de bateria, o japonês Yohgi Nakagima e da rainha de bateria, a japonesa Noryco Nambara. O rei e a rainha de bateria fazem parte de um projeto pioneiro desenvolvido pela escola.

A Tradição Serrana, criou o projeto de intercambio com outros países, o objetivo é a troca de conhecimento cultural entre os países, que participam do intercambio. O projeto vem conquistando, com isso, o gosto dos integrantes da escola, que aproveitam esse momento para aprenderem as tradições culturais de outros povos e nações.

A ideia também é mostrar para o mundo as tradições culturais brasileiras, e principalmente da cidade da Serra. Prova disso, foi a apresentação do japonês e da japonesa citados acima, na avenida. Eles mostraram que os orientais sabem sambar e tomaram gosto pela cultura serrana.

No próximo ano, a Tradição Serrana promete estremecer a avenida, do Sambão do Povo, em Vitória. O samba enredo já está pronto, e o tema escolhido pela escola para o Carnaval 2017, são as “Bruxas”.  A Lieses (Liga das Escolas de Samba do Espírito Santo), promove um encontro com as escolas de samba, cada mês com uma escola. Próximo mês (dezembro), será com a Rosas de Ouro. Esse encontro é uma festa, e ao mesmo tempo é realizado o concurso de passistas.

No dia 05 de novembro, o encontro da Lieses foi com a Tradição Serrana, que deixou os presentes de queixo caído com a decoração, que já é tema da homenagem da escola para o carnaval 2017. Durante a festa aconteceu a quarta eliminatória do concurso de passistas. 2016 está chegando ao fim, mas a Tradição Serrana promete um novo ano de muitas conquistas.

Share