Cidade

Prefeitura remaneja camelôs de Laranjeiras

As vésperas do natal de 2.013, momento que muitos pais de famílias esperam ganhar um pouco mais para proporcionar a sua família melhor qualidade de vida e um momento de diversão nas festas de fim de ano, se veem obrigados a mudarem seus locais de trabalho e iniciar uma nova etapa em suas vidas.

Não resta duvida que, o comercio informal causa alguns contratempos a lojistas, a transeuntes e a população. São acúmulos de lixos, dificuldades para estacionar e em muitos casos vendas de produtos clandestinos sem recolhimento de impostos.

Mas, é preciso lembrar que vivemos em um país, onde a dificuldade para encontrar um emprego digno é real. Muitos vão comercializar no mercado informal por falta de oportunidades e de salários dignos. Salário que mal dar para pagar as contas como aluguel, impostos e comprar comida para os filhos.

Ja postamos anteriormente aqui em nosso Portal em apoio a ação do poder publico de retirar ou remanejar os vendedores ambulantes para áreas controladas. Mas, sempre salientamos que, não poderia criminalizar o trabalho e nem mesmo os trabalhadores. Seria fundamental que o poder publico encontrasse um meio termo para atender as solicitações dos comerciantes que se sentem prejudicados com o comercio informal e também com os próprios vendedores que na grande maioria tiram desde meio de vida o sustento de suas famílias.

Hoje, 05/12 (quinta-feira) os fiscais da prefeitura Municipal da Serra realizaram ação de remanejamento dos vendedores ambulantes da Avenida Central de Laranjeiras.

Os vendedores cadastrados na Prefeitura foram remanejados para as ruas adjacentes a Avenida Central e aqueles que não eram cadastrados tiveram seus pertences recolhidos. A Ação dos fiscais municipais foram realizadas sem qualquer atrito e com muito respeito a todos que foram abordados no maior Centro Comercial da Cidade de Serra.

Apenas algumas pessoas esboçaram descontentamento em relação a ação do Poder publico que ja havia reunido com os vendedores e apresentado propostas para o remanejamento.

A Prefeitura da Serra através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano apresentou à imprensa e aos comerciantes há algum tempo atrás, um projeto de construção de um centro comercial onde será colocado o comercio informal de Laranjeiras.

Nossa critica é apenas pelo simples fato de que, a época para efetuar a ação de remanejamento é que não foi bem escolhida. O poder publico municipal poderia ter escolhido um período fora da época de festas onde as vendas sejam pequenas e os trabalhadores não sentiriam tanto as perdas de receitas que esta ação acarretará.

Outra critica é que, a ação da Prefeitura só beneficiará uns poucos comerciantes da Avenida Central, que naturalmente ja recebem um grande número de clientes, ja que, tradicionalmente é uma rua de compras e onde as pessoas são obrigadas a circular quer seja pela cultura, quer seja pelo fato de ali estarem as maiores lojas. A ação apenas transfere o problema para outros comerciantes, que não são tão beneficiados pela quantidade de consumidores que circulam pela Avenida Central.

Se o comercio clandestino provoca uma concorrência desleal com o comerciante formal na Avenida Central, o que dizer de comerciantes nas ruas próximas?

Será que a prefeitura pensou realmente em todos, ou apenas nos grandes comerciantes da Avenida Central?

Fica aqui esta pergunta que me foi feita por um consumidor hoje em laranjeiras.

Share