Cidade

Moradores param Serra Centro, nesta quarta-feira dia 03/09/14

Conforme a lei que regulamenta o transito. É proibida a circulação de caminhões pesados em vias urbanas. Mas, a maioria dos caminhoneiros não respeita a lei, e cometem graves imprudências no trânsito. Essa é uma situação que acontece diariamente na Rua Presciliano Biluia, que liga Serra Centro ao bairro Cascata.

rua-prescilianoPreocupados não só, com os estragos das suas casas, que são causados pela trepidação quando os caminhões pesados passam, os moradores estão preocupados com acidentes. Pois, a Rua Presciliano Biluia é uma rua estreita, sem calçadas e os carros pequenos estacionam ao longo da rua, o que dificulta o trafego dos pedestres.

Em protesto a essa situação, os moradores dos bairros Cascata e São Judas Tadeu se reúnem e vão fechar o trecho de acesso de Cascata ao novo presídio. Paralisando o transito dessa localidade. A manifestação acontece na manhã dessa quarta-feira, dia 03 de setembro. O principal motivo do protesto é contra a passagem dos caminhões pesados, que segundo os moradores estão destruindo as suas casas,  as vias e podem causar graves acidentes.

Segundo informações dos moradores, esses veículos passam em alta velocidade nessa via urbana. Isso causa fortes tremores e rachaduras nas casas. Mas, a maior preocupação dos moradores são os possíveis acidentes. Os presidentes dos bairros citados procuraram o prefeito para uma conversa sobre o assunto, mas não foram recebidos.

Eles conversaram com o diretor de transito, relatando a situação, inclusive a preocupação dos possíveis acidentes. O diretor levou a demanda para o prefeito, que respondeu aos moradores, o seguinte: “Após 60 dias, ele irá conversar com os presidentes e alguns representantes dessas comunidades para juntos buscarem uma solução para o problema”.

Insatisfeitos, os moradores reclamam do descaso da prefeitura municipal em relação ao problema. Segundo um morador, que é caminhoneiro, caso um veiculo desse perca os freios, irá causar uma grande tragédia. Outra observação de um morador é o veículo chamado de “bitrem”, um veículo longo, que transporta grandes cargas, no caso daqui são caminhões que transportam imensos blocos de mármore.

Segundo um motorista de um bitrem, que não quis se identificar, eles utilizam as ruas internas de Serra Centro para terem acesso a Putiri e assim fugirem do intenso trafego da BR 101 e do pagamento do pedágio. De acordo com essas informações, as autoridades competentes deveriam averiguar a veracidade.

Como sentimos nós moradores da Rua Presciliano Biluia, é que houve um aumento considerável de trafego desses caminhões, após a abertura do pedágio na BR 101. Não sabemos se aumento da circulação desses caminhões pesados é devido ao pedágio, mas seria bom verificar a situação.

Share