Cidade Politica

Em protesto, vereador fica seminu no Plenário da Câmara da Serra

aldairProtestando contra mais uma tentativa de uma parte dos 23 vereadores da Serra em cancelar e promover nova eleição para a mesa diretora, os vereadores integrantes da chapa vencedora para o biênio 2015/2016 resolvem protesta de uma maneira inusitada.

Encabeçados pelo Vereador Aldair Xavier que resolveu tirar o paleto e a camisa, outros vereadores também fizeram o mesmo. Apenas Aldair tirou a camisa e ficou com o dorso nu.

A Vereadora Neidia Maura Pimentel (SDD) eleita nova Presidente da Casa e que deverá tomar posse em 01 de janeiro de 2015 resolver manifestar rasgando as folhas do Projeto que estava na mesa diretora e era apresentado pelo Vereador Presidente Guto Lorenzoni (PP). Ela acompanhada do Vereador Basílio da Saúde e Vereador Boy do INSS rasgaram e atiraram para o alto os documentos.

O vereador Presidente abandonou a sessão que ficou interrompida por alguns minutos.

Os vereadores resolveram antecipar a eleição antes da eleição nacional e a maioria absoluta votaram em Neidia Maura que atualmente é oposição ao Prefeito Audifax Barcelos. Passados alguns dias um parte dos vereadores ligados ao Prefeito e ao atual Presidente da Casa, articularam para cancelar a eleição e entraram na justiça. Segundo informações por quatro vezes eles tentaram cancelar a eleição na justiça e nas quatro vezes perderam.

Agora faltando poucos dias para a posse da nova mesa diretora, 13 dos vinte e três vereadores assinaram um requerimento para votação em plenária do cancelamento da eleição e convocação de novas eleições. Segundo a Vereadora eleita, os vereadores so protocolaram o requerimento no ultimo minuto e o projeto foi protocolado sem conteúdo, apenas a capa.

Os vereadores protestantes acusam o Prefeito Audifax Barcelos de está articulando com o vereadores dissidentes da chapa da Neidia para ganhar a Presidência da casa a força.

O Presidente Guto Lorenzoni tem enfrentado dificuldades no final de seu mandato. Poucos dias atrás, uma Professora que foi homenageada na sessão ordinária da Câmara se sentindo desvalorizada pelos vereadores, ja que alguns deles abandonaram a sessão no momento da homenagem a professores vitoriosos por projetos escolares, resolveu fugir as regras e manifestou no plenário seu repudio a todos os vereadores. Esta situação causou em todo o Brasil um escândalo e o repudio da maioria dos moradores de Serra/ES.

Agora mais um escândalo acontece e nas redes sociais o assunto é motivo de piada e de repudio a Câmara de Vereadores da Serra.

Outro fator que demonstra que essa gestão da Câmara não tem ligação com o povo é o fato de profissionais de empresas de comunicação e imprensa local ser barrado na portaria da Casa de leis o que aconteceu com nossa equipe que estava presente na Câmara neste dia 17/12.

So não fomos impedidos de trabalhar porque alguns vereadores forçaram a entrada para nossa equipe e diante de profissionais de mídias grandes do estado que tiveram sua entrada liberada sem qualquer problema o que demonstra que a atual gestão so não aceita as pequenas mídias da cidade de Serra.

Em entrevista a Jornalista D’Lourdes Pinho, o Vereador Antonio Boy do INSS que fa parte do Partido do Prefeito Audifax Barcelos questionou o porque da necessidade que a gestão atual tem em não deixar que a nova gestão assuma o mandato na mesa diretora. O Vereador levanta suspeitas se a atual gestão do vereador Guto Lorenzoni tem algo a esconder.

Lembrando que o atual vice-presidente Aécio Leite (PT) e o Vereador Gideão foram re-eleitos para mais dois anos integrando a nova mesa diretora.

Mas uma tentativa de votar a resolução que cancela a eleição e convoca novas eleições acontecerá nesta quinta-feira, dia 18 as 10 horas em uma sessão extraordinária convocada pelo presidente Guto Lorenzoni. Vale salientar que foi convocada sem a presença de dois vereadores no Plenário, que saíram da sessão no momento em que foi interrompida pelo Presidente e que não retornaram na abertura, o que vai contra o regimento interno da Casa.

Share