DER anuncia conclusão do Contorno  do Mestre Álvaro para março de 2018

DER anuncia conclusão do Contorno do Mestre Álvaro para março de 2018

Será feita também uma interligação entre a rodovia com a ES-80

ases-derO diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Espírito Santo (DER), Ênio Bergoli, anunciou ontem (28), em palestra para a plateia de empresários da Serra reunidos no café mensal de negócios da Associação dos Empresário da Serra (Ases), que o trecho da BR-101 que contorna o Mestre Álvaro numa extensão de 19,7 quilômetros, estará concluído em março de 2018, cumprindo-se o prazo de três anos após o início da vigência do contrato.

O diretor do DER mencionou o contorno de Mestre Álvaro como a obra de maior relevância dentre o pacote de intervenções viárias específicas para o município da Serra, ressaltando que já foram investidos R$ 6,3 milhões em desapropriações e compensações ambientais. O valor total da obra está orçado em R$ 290 milhões, mas o total do investimento subirá a R$ 307 milhões, considerando-se as desapropriações ainda por serem efetivadas.

Com 14 viadutos e 40 passagens subterrâneas para a fauna, o contorno, juntamente com outra obra anunciada na ocasião, o contorno de Aruaba, um trecho de 9,6 km que interligará a ES-080 que liga Cariacica a Santa Leopoldina, à BR -101, desviará o trânsito pesado, de caminhões, de dentro dos municípios e Cariacica e Serra, melhorando a segurança e mobilidade dos veículos de passeio na região.

Fluidez

Bergoli contemplou os empresários serranos que a Ases reúne mensalmente com boas notícias à respeito da melhoria da infraestrutura viária do município, anunciando também a extensão da Avenida Minas Gerais até o município de Nova Almeida, criando uma via alternativa ao tráfego litorâneo, principalmente para os moradores da Serra que demandam a região de Aracruz, Santa Cruz e vizinhanças.

Também foi informada, pelo dirigente do DER, a ampliação do trecho da BR 101 entre a Praça do Aeroporto e o Viaduto da EFVM (Vale), numa extensão de 3,9 km que proporcionará maior vazão a um dos pontos de estrangulamento viários claramente identificados. A intervenção consumirá investimentos de R$ 125 milhões e tem prazo de execução previsto em dois anos.

Outra obra de impacto na malha viária da região será a construção, também anunciada ontem pelo diretor-geral do DER, de um trecho de 15,5 km que ligará Nova Almeida à ponte sobre o Rio Piraqueaçu, oferecendo uma variante à rota litorânea entre Nova Almeida e Santa Cruz. A obra está orçada em R$ 25 milhões e os recursos serão originários de financiamento em fase de contratação com o Banco Interamericano de Desenvolvimento. O prazo da construção não foi estimado, informando-se que o projeto vai requerer um prazo de 18 meses para sua liberação. A Eco 101 gera hoje cerca de mil empregos direto e indiretos.

Antecipando o pacote de boas notícias para a estrutura viária da Serra, o diretor-superintendente da ECO 101, administradora da BR-101, Paulo Roberto Hanke, divulgou um conjunto de pequenas intervenções que a via receberá no perímetro do município serrano que, segundo ele, otimizarão o desempenho da frota que utilizará aquele equipamento viário. Anunciou ainda a construção de mais duas passarelas, melhoria de sinalização das vias laterais e locais, e eliminação dos degraus ao longo da lista nos trechos da BR 101 Serra.

Características técnicas do trecho do Contorno

Classe da Rodovia: Primeira
Velocidade diretriz: 80 km/h
Pista dupla de rolamento: 2 x 3,60 m
Acostamento: 2,50 m
Faixa Multiuso
Passagens subterrâneas de fauna: 40
Viadutos 07 conjuntos

Fonte: Assessoria de Imprensa da Ases (Associação dos Empresários da Serra)