Home » Cidade » Trabalhadores protestam atraso em pagamentos

Trabalhadores protestam atraso em pagamentos

Foto: Alexsandro Ximenes

Funcionários das terceirizadas se encontram na frente da prefeitura da Serra em protesto desde o inicio da semana. No primeiro dia de protesto, os manifestantes bloquearam a entrada do prédio da prefeitura, também interditaram o transito na entrada de Serra Sede. No terceiro dia de protesto, na quarta-feira (04/01), seguiram em passeata pelo centro de Serra Sede até a Câmara Municipal, entraram e ficaram no saguão e depois subiram nos andares. (veja o vídeo na TV Serra, enviado por um web espectador)

O protesto teve inicio na tarde da segunda-feira (02/01), e hoje quinta-feira (05/01) entra no quarto dia de protesto. Nossa equipe conversou com o diretor do SintraHoteis, o sr. Alexsandro Ximenes e com a diretora do Sindilimp, a sra. Daiane Martins. Indignados falam da falta de respeito com a classe por parte da prefeitura e da empresa.

A funcionária Net Nunes desabafa, e fala sobre a revolta dela e de seus companheiros sobre a falta de respeito e de consideração pelos funcionários, tanto por parte da prefeitura que não envia nenhum representante para dialogar e da empresa que, diz não ter recebido da prefeitura.

“Até agora não tivemos nenhuma resposta do nosso prefeito. Está um jogo de empurra; a empresa fala que o prefeito não pagou e a prefeitura diz que efetuou o repasse. Estamos sem pagamento, décimo terceiro, sem ticket de alimentação, as nossas dispensas e panelas vazias, nossa família está passando necessidade, e até agora ninguém diz nada”, conta a funcionária Net Nunes.

O diretor do SintraHoteis Alexsandro Ximenes fala sobre a reunião da quarta-feira (04/01), da insatisfação dos funcionários, do jogo de empurra da prefeitura e da empresa.

Foto: Alexsandro Ximenes

“O prefeito não está respeitando os trabalhadores, há três dias estamos aqui neste sol quente e não temos nenhuma resposta, a prefeitura fala que a culpa é da empresa, e a empresa fala que foi a prefeitura que não fez o repasse. Não sabemos de quem é a culpa, o que nós queremos é uma posição, uma resposta. Ontem, simplesmente os trabalhadores foram levados para uma sala quente, esperamos um retorno e não tivemos nenhum, e não foi formada nenhuma comissão para falar com o prefeito. Quanto a empresa, nos a notificamos e temos que aguardar o prazo de cinco dias. O prefeito informa  que, a casa está arrumada, limpa, creio que deve ser a casa dele, porque a prefeitura está uma caos”, declara o diretor Alexsandro Ximenes.

Conversamos também com a diretora do Sindilimpe, a sra. Daiane Martins, ela diz que é um total descaso por parte da prefeitura e da empresa.

“Reivindicamos o salário de dezembro, atraso do 13º, ticket alimentação e os 40% da insalubridade. Ainda não tivemos nenhum parecer nem da prefeitura e nem da empresa. A todo momento a empresa fala, que não tem dinheiro para nos pagar, dizem que a prefeitura deve mais de 10 milhões, este é o valor que a empresa fala que tem para receber da prefeitura, inclusive a empresa nos apresentou um documento constando o não repasse”, informa Daiane Martins.

Nossa redação entrou em contato com a prefeitura através de e-mail, veja a imagem.

Entramos em contato com a empresa por telefone, segundo o atendente quem pode fornecer qualquer informação é o gerente, e que naquele momento ele estava em reunião e que depois entrava em contato. Até a finalização da matéria a empresa não se manifestou.

 

Share

Sobre Jornalista D'Lourdes

Veja tambem

Filha procura mãe desaparecida há 40 anos

Recebemos aqui na redação do Jornal Digital Serra Noticias, uma mensagem do esposo da Renata …

Share
%d blogueiros gostam disto: