Home » Cidade » Sindimetal lança livro dos 50 anos de sua história

Sindimetal lança livro dos 50 anos de sua história

Texto/Foto: Assessoria de Imprensa Sindimetal

 

A história de lutas e conquistas dos metalúrgicos capixabas contada no livro Da Liga da Maria à Boca de Forno

No dia 09 de novembro, durante o 7º Congresso dos Metalúrgicos do Espírito Santo, o Sindimetal-ES lançou o livro que resgata a sua trajetória de 50 anos, completados em 2012.

Intitulado Da Liga da Maria à Boca de Forno, o livro, escrito pela historiadora Diovani Favoreto,traz os acontecimentos que marcaram a história de lutas realizadas em favor dos trabalhadores ao longo destas cinco décadas de atuação do Sindicato, ilustrados com fotos, e a apresentação de todos os metalúrgicos que passaram pela diretoria do Sindimetal-ES desde a sua fundação, em 1962.

A obra mostra também o perfil da sociedade capixaba na época em que o setor da metalurgia mudou o cenário político e social do Estado, como também as conquistas obtidas pelo sindicato em favor dos trabalhadores.

A solenidade de lançamento aconteceu no hotel Praia Sol, em Nova Almeida e reuniu, além dos diretores do sindicato, a historiadora Diovani Favoreto, o presidente da Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM/CUT), Paulo Cayres, a senadora Ana Rita Esgário, a vice-prefeita da Serra Lourência Riani e outras autoridades políticas e sindicais.

Para o presidente do Sindimetal-ES, Roberto Pereira, o mais importante deste trabalhou, que durou quase um ano para ser finalizado, é que a partir de agora uma parte importante da história da sociedade capixaba é vista contada por trabalhadores, levando em consideração todos os desafios e barreiras que foram impostas aos metalúrgicos.  “O livro não é somente a história dos metalúrgicos, é, sim, a história do Espírito Santo, da economia capixaba, em um período de transição entre a economia voltada à agricultura e a industrialização, contada pelos trabalhadores.”

Para a historiada e escritora, Diovani Favoreto, o livro, que é de sua autoria, tem muito a acrescentar aos trabalhadores e leitores, em geral, no que diz respeito às transformações que ocorreram durante esse período. “Todo mundo deveria saber o motivo da 1ª greve dos metalúrgicos. Os trabalhadores se uniram, pois queriam água potável. Hoje eles querem reajustes salariais, mais direitos. O cenário mudou, houve grandes avanços, mas uma coisa permanece igual, a força e a vontade de lutar, cada vez mais, por melhores condições de trabalho”, disse.

Em mais de 150 páginas, Da Liga da Maria à Boca de Forno, levará o leitor a décadas passadas, conhecendo toda a história de uma categoria que foi, e ainda é, essencial para o desenvolvimento do Espírito Santo. Uma verdadeira aula de história e de luta!

Share

Sobre Jornalista D'Lourdes

Veja tambem

Vendo máquina que produz bobina picotada fundo reto e fundo estrela

Máquina nova (modelo MKB 3200RD), uso de apenas 30 dias, ano 2016. Produz bobina picotada …

Share
%d blogueiros gostam disto: