Home » Colunistas » D'Lourdes Pinho » Serra – Projeto Costurart

Serra – Projeto Costurart

Coordenadora Projeto Costurart Rita de Cássia Macedo Barone
Coordenadora Projeto Costurart Rita de Cássia Macedo Barone fala sobre os cursos oferecidos.

O Projeto Costurart, que é coordenado pela Senhora Rita de Cássia Macedo Barone. Vem desde o ano de 2007, oferecendo cursos de corte e costura e artesanatos para a população serrana.

Segundo a Coordenadora, o Projeto Costurart que faz parte da Secretaria de Promoção Social da Prefeitura da Serra (Seprom), teve inicio na primeira gestão do Prefeito Sergio Vidigal, com o objetivo de proporcionar a população mais necessitada, alem de um profissão, uma fonte de renda, promovendo assim maior distribuição de renda.

Apesar, do aumento considerável de vagas de empregos, que são oferecidas na cidade, por um crescente aumento no parque industrial e comercial, graças a uma administração competente do Prefeito Sergio Vidigal. Ainda temos muitas famílias que necessitam de uma complementação na renda familiar e ai entra o Costurarte, com os cursos de corte costura, pintura a mão livre, customização (bordados), vagonit, decoupagem (lembrancinhas para festas), crochê. O curso de corte e costura é ministrado duas vezes por semana, em um período de 03 (três) meses, com um total de 100 horas. Os cursos de Pintura a mão livre, customização, vagonite e decopagem serão ministrados uma vez por semana, com duração de 40 e 60 horas. Ao termino de cada curso o aluno recebe um certificado.

Segundo Rita de Cássia, o objetivo do Prefeito Sergio Vidigal, com o costurarte é proporcionar  uma oportunidade para que as famílias serranas possam aprender uma profissão com custo zero. Pois, tanto as inscrições, como os materiais utilizados nos cursos são custeados pela prefeitura.

A coordenadora Rita de Cássia expressou com sentimento o quanto é gratificante fazer parte da equipe da Costurart e diz “Nosso trabalho é a preocupação com o ser humano!”, e completa descrevendo que o trabalho é realizado pela equipe com muito amor e dedicação.

Pintura em tecidos.
Pintura em tecidos.

Rita de Cássia disse que, o curso de corte e costura é o mais procurado, porque é um curso realizado com maquinas industriais, possibilitando assim, o aluno ao concluir o curso tornar-se um profissional capacitado para atuar na indústria da moda, área em expansão em todo Estado do Espírito Santo, ou trabalhar por conta própria.

A coordenadora complementa que, durante a inscrição, o aluno é orientado a escolher o curso que se identifica melhor com ele. Alguns cursos exigem o mínimo de formação escolar.

As inscrições iniciaram-se no último dia 06/02/2012 na sede da Costurart, que fica localizada a Rua Major Pissarra, 108 em Serra Sede, próximo a Igreja Assembléia de Deus e o prédio gabinete do Prefeito Sérgio Vidigal. Os interessados devem procurar a Costurart e garantir sua vaga, pois as mesmas são limitadas. Os cursos são: corte costura (lista de espera, vagas encerradas), pintura a mão livre, customização (bordados), vagonit, decoupagem (lembrancinhas para festas), para estes cursos há vagas.

Os interessados deverão comparecer a sede da Costurart, munidos de documentos pessoais, como identidade e CPF, e deverão ter idades entre 16 e 55 anos.

Aula de Pintura com a Professora Nina Fortunato
Aula de Pintura com a Professora Nina Fortunato

Os cursos são ministrados durante todo o ano na sede do costurart, exceto nos eventos do Serra Cidadã, que a equipe e deslocada para ministrar cursos em outras localidades tipo intensivo. Segundo a professora de pintura a mão livre, Nina Fortunato, “não importa se na semana ou final de semana, os professores e funcionários estão sempre a dispostos a contribuir com o Projeto Costurart e com a população serrana. Não é apenas uma profissão, é uma vocação”.

Concluímos que,  com os baixos salários e altos custos de vida, o poder publico tem a obrigação de proporcionar a população uma forma de aumento de renda e profissionalização. Isso não é apenas uma visão materialista, mas, contribui e muito com a redução do nível de violência na cidade, qualidade de vida e distribuição de rendas. Como diz um antigo pensador “não basta dar o peixe. É preciso ensinar a pescar”.

 

Share

Sobre Jornalista D'Lourdes

Veja tambem

Secretario de Serviços recebe em seu gabinete a diretoria da ACL

O empresário Rodrigo Souza, presidente da ACL (Associação Comercial de Laranjeiras), juntamente com o vice-presidente …

Share
%d blogueiros gostam disto: