Home » Saúde » Senha para tomar a vacina contra febre amarela é comercializada na policlínica de Serra Dourada

Senha para tomar a vacina contra febre amarela é comercializada na policlínica de Serra Dourada

Foto: Divulgação Internet

O surto de febre amarela avança no Espírito Santo, com casos confirmados de mortes, e a situação está deixando a população capixaba em estado de pânico. Tanto no interior como na zonas urbanas, a procura pela vacina nas Unidades Básicas de Saúde tem sido grande, nas últimas semanas.

Porém, muitos não conseguem se vacinar por que as doses que foram enviadas pelo governo federal são insuficientes para atender a demanda. Segundo informações, a Sesa (Secretária Estadual de Saúde), somente as pessoas que vão viajar para o interior do estado mineiro é têm prioridade para  serem vacinadas.

Situações como essa, sempre abre espaço para os aproveitadores. Recebemos aqui na redação do jornal digital Serra Noticias emails informando que, na policlínica de Serra Dourada, na Serra/ES têm pessoas mal intencionadas, que madrugam na fila, recebem a senha, e depois comercializam.

Imagem: Capturada do facebook

Os moradores do bairro Serra Dourada estão indignados com essa situação. segundo eles, nenhum responsável pela unidade de saúde tomou nenhuma providência sobre o problema. A web leitora do Serra Noticias, comentou em uma matéria compartilhada por nossa equipe, que o fato é real, que tem sim pessoas fazendo isso. Vejam o comentário da Graça Francisco, que precisa viajar para o interior de Minas Gerais e não conseguiu tomar a vacina junto com seu filho.

Conforme publicado em uma mídia nacional, especialistas no assunto (febre amarela) alertam e ratificam que a melhor forma de combater a doença é providenciar a vacinação geral da população, prevenindo-se antes que a situação se alastre e saia do controle.

Em entrevista para essa mídia, o diretor do Instituto Evandro Chagas, em Ananindeua, no Pará, Pedro Vasconcelos diz que:

” o numero de casos é indiscutivelmente preocupante. E o Espírito Santo preocupa ainda mais. Está na frente de expansão e tem cobertura vacinal insignificante. A vacinação de emergência que acontece lá é fundamental. Mas, o Brasil quer afastar o maior temor, a ressurgencia da febre amarela urbana, tem que se antecipar. E a única forma de fazer isso é com a vacina”, alerta Pedro Vasconcelos.

 

Share

Sobre Jornalista D'Lourdes

Veja tambem

Saúde na Serra pede socorro

Na noite do domingo 14/05, na Upa (Unidade de Pronto Atendimento) em Serra Sede, devido …

Share
%d blogueiros gostam disto: