Home » Saúde » Saúde na Serra pede socorro

Saúde na Serra pede socorro

Foto: Divulgação Internet

Na noite do domingo 14/05, na Upa (Unidade de Pronto Atendimento) em Serra Sede, devido a demora no atendimento, as pessoas que aguardavam ficaram indignadas com a situação e começaram a reclamar, pois muitas crianças aguardavam consulta com pediatra.

Devido aos ânimos terem esquentado, a PM foi acionada. A situação da saúde de modo geral está deixando de fato a desejar. Se não bastasse a demora, mas o mal atendimento por parte dos funcionários acaba deixando as pessoas chateadas, irritadas e muitas devido ao estado nervoso alterado pelas ironias de alguns atendentes cometem agressões.

Porém, a Secretaria de Saúde informou através de nota para uma mídia estadual, que estava tudo bem. Segundo a secretaria, o quadro de pediatras estava completo, ou seja nenhum médico havia faltado. Já um funcionário, que foi entrevistado, disse que na Upa deveria ter 5 pediatras de plantão, e só 3 estavam trabalhando.

A saúde foi uma das prioridades do prefeito reeleito durante a sua campanha. Contudo, a população está insatisfeita e indignada, pois até o presente momento a saúde está em crise no município da Serra. Falta remédios na farmácia, demora na marcação de exames, mal atendimento por parte de funcionários dentre outros pontos.

Em nota através do aplicativo whatsapp a Subsecretaria Cristiane Stem informou:

A Secretaria Municipal de Saúde da Serra informa que a UPA de Serra Sede funcionou neste domingo 14/5/17 com o quadro completo de médicos: cinco clínicos gerais e três pediatras.
Informa ainda que a demanda neste domingo foi atípica e que 60% dos pacientes foram classificados no protocolo verde, ou seja, podem ser atendidos em unidades básicas de saúde.

A Secretaria Municipal de Saúde lembra que pacientes em emergência devem ficar em Upas por até 24 horas, mas têm permanecido entre 20 e 30 dias porque não há vagas para transferência nos hospitais estaduais.

A prefeitura da Serra reitera que em 2017 foram contratados aproximadamente 30 médicos, 21 enfermeiros e 22 técnicos de enfermagem para UPAs e Unidades de Saúde, e as convocações de novos profissionais continuam visando a reposição do quadro de funcionários da saúde.

Share

Sobre Jornalista D'Lourdes

Veja tambem

População serrana reclama do descaso na saúde

O Sistema único de Saúde (SUS) está um caos em todo o país. Porém, no …

Share
%d blogueiros gostam disto: