Home » Cidade » Aumento Salário Servidor Municipal: Sem Acordo na CMS

Aumento Salário Servidor Municipal: Sem Acordo na CMS

maniO aumento salarial dado pelo executivo aos servidores públicos da Serra tramita a mais de 25 dias na Câmara Municipal. O projeto causa discussões e debates entre os parlamentares, mas não entra em pauta para votação. O percentual oferecido pelo prefeito de 9,26% dividido em três parcelas, que serão pagas até 2016, não foi aceito pelos servidores.

A sessão ordinária do dia 08 de junho foi motivo de debate novamente, o que causou insatisfação e revolta dos servidores que estavam presentes na galeria assistindo a sessão. Mais uma vez, os vereadores utilizam a tribuna para debaterem o projeto 078/2015, e o mesmo não entrou em pauta para votação.

Os servidores não aceitam a proposta do executivo, o aumento de 9,26% divididos em três partes, sendo a primeira parcela de 2% em junho, a segunda parcela de 3% em novembro e a quarta parcela de 4% em abril de 20016. Porém, o sindicato dos servidores e parte dos vereadores enviou uma contra proposta. Os servidores aceitam o aumento parcelado em três partes, mas que todas as parcelas sejam pagas ainda em 2015.

Já a base aliada do prefeito na Câmara, quer votar o projeto original enviado pelo executivo. O projeto entrou em pauta por três vezes e não foi votado. E nessa sessão do dia 08, sua votação foi adiada mais uma vez, devido à solicitação de requerimento de impacto financeiro enviada pelas comissões de justiça e finanças da Câmara Municipal da Serra, no dia 27 de maio para o executivo, mas não tiveram resposta até a presente sessão.

De acordo com as comissões, o requerimento é de extrema importância para orientá-los durante o processo e a votação. Como falou em entrevista, o vereador Guto Lorenzoni da base aliada do prefeito, as emendas adicionadas ao projeto são inconstitucionais, o que rebate o vereador Gideão Svesson: “Inconstitucional seria votar um gasto para o próximo ano sem aprovar primeiro à peça orçamentária do município”.

Com os ânimos exaltados, os servidores reclamavam dos vereadores por não resolverem a situação da classe.  Segundo o funcionário público Diones de Souza, ele irá registrar um boletim de ocorrência contra o vereador Miguel Mates que o ameaçou.

Ele nos contou em entrevista que, na última quarta-feira (03), após os vereadores deixarem o plenário, os servidores foram para fora impedirem que os vereadores saíssem, e o vereador Miguel jogou o carro em cima dele e de outro servidor. Segundo ele ainda, durante essa sessão de segunda-feira (08), o vereador Miguel fez ameaça , dizendo que iria pegá-lo na saída. Tentamos falar com o vereador citado, mas ele não foi localizado.

Além do impasse na votação do projeto de aumento do salário dos servidores, outro debate acalorado na sessão foi sobre os vídeos que circulam nas redes sócias. Um vídeo que segundo o vereador Gideão partiu do celular do vereador Miguel Mates e outro vídeo que partiu do celular do assessor especial do prefeito, o Sr. Nardoto, que acompanha todas as sessões da Câmara de Vereadores da Serra.

Share

Sobre Jornalista D'Lourdes

Veja tambem

Vendo ônibus Ford 1995

Ônibus Ford 1995, motor MWM 6cc, totalmente revisado, transformado para transporte de dois veículos mais …

Share
%d blogueiros gostam disto: